Áreas Terapêuticas

A Depressão

 

A depressão é uma doença cuja notoriedade ainda é relativamente recente; é sabido que tem alta prevalência, podendo chegar a afetar até 11% da população, e além da sua significância em matéria de saúde pública, desdobra-se em impactos financeiros a nível mundial.

As causas da depressão ainda não são compreendidas em sua totalidade, no entanto o mecanismo mais aceito e conhecido é o que se baseia no equilíbrio das aminas biogênicas no sistema nervoso central. O humor, a motivação diária pessoal, dentre outros parâmetros subjetivos que podem ser alterados no quadro depressivo são controlados pelo equilíbrio entre neurotransmissores.

Quando há a desregulação do equilíbrio das aminas como a Serotonina, Noradrenalina e Dopamina, a manifestação externa do organismo poderá ser o conjunto de sintomas característicos da depressão.

Visto o mecanismo explicado, o uso de medicamentos que visam interferir e procuram reestabelecer o equilíbrio entre os neurotransmissores no sistema nervoso central suporta a estratégia terapêutica dos antidepressivos: Estes medicamentos prolongam a "Presença" dos neurotransmissores em contato com os neurônios do sistema nervoso central, fazendo com que estas aminas biogênicas possam executar sua função dentro deste equilíbrio.

Com base nesta estratégia, a maior parte dos tratamentos para a depressão se baseia no uso de medicamentos antidepressivos atuantes no sistema nervoso central. Estes medicamentos devem ser prescritos somente por especialistas, uma vez que seu uso incorreto pode resultar em riscos ao paciente e provocar desordens do sistema nervoso central.

Este site é destinado a pessoas que procuram informações sobre as operações globais da Meda AB .
Temos também sites de marketing nacionais. Links para estes estão sob Meda no Mundo no topo da página.