Áreas Terapêuticas

As Alergias Respiratórias

A epidemia da alergia 

  • O custo financeiro da alergia somente na Europa é estimado em 100 bilhões de euros / ano 1.2

  • As alergias crescem continuamente e acometem 50% dos europeus em 2015 2  

  • Com as alergias ficando mais graves, a anafilaxia teve um incremento. 2

  • A Rinite Alérgica é uma epidemia global que acomete mais de 500 milhões de pessoas com tendência crescente 3 :15% da população brasileira sofre de Rinite Alérgica

As consequências da Rinite Alérgica

  • Sintomas que abatem 3

Nos períodos nos quais a rinite alérgica está no pico os pacientes apresentam, praticamente todos os dias, sintomas que se assemelham aos da gripe, tais como: coriza, coceira e congestão nasal, além de espirros, podendo ocorrer também coceira nos olhos, no ouvido externo e no palato (céu da boca). 

  • A rinite alérgica compromete a vida pessoal e social dos pacientes 4.5
    Atividades ao ar livre, trabalho, escola, passeios, sono. 

  • Piora da performance 5
    Os sintomas da rinite alérgica impactam negativamente a performance na escola e trabalho, pois as pessoas se sentem cansadas, irritadas, abatidas e com muito desconforto. 

  • Perda de dias de trabalho e escola 5
    3.5 milhões de dias de trabalho e 2 milhões de dias de escola são perdidos anualmente nos EUA devido à rinite alérgica.  

  • Fardo social substancial 6
    Na Suécia os custos da rinite alérgica são de €2.7 bilhões em termos de perda de produtividade .

A evolução do tratamento da rinite alérgica

As medidas de impacto dos tratamentos atuais para rinite alérgica na vida real não mostraram melhora 5,7 :

  • Foram realizados 2 estudos para constatar a satisfação de pacientes de rinite quanto aos seus tratamentos

  • O primeiro estudo foi realizado em 2006 e o segundo em 2010

  • Foram avaliados os seguintes parâmetros: depressão / irritação / cansaço / desconforto / abatimento

  • O resultado da pesquisa foi que a maioria dos pacientes com rinite alérgica sentiram-se irritáveis, cansados e abatidos em 2006, assim como em 2010

A inovação no tratamento da rinite alérgica chegou ao Brasil

A Meda tem na área respiratória/alergia o seu principal foco de atuação e por isso vem trabalhando no desenvolvimento de novas terapias.

A Meda Brasil pretende compor um portfólio robusto neste segmento a partir de agora e consequentemente investir na educação médica continuada, bem como regularmente oferecer informações e orientações aos pacientes.

A Meda é uma empresa focada na área de alergia e doenças respiratórias e está trazendo para o Brasil soluções inovadoras que visam tratar a rinite alérgica de forma mais efetiva.

Referências:
1.        Chong Neto HJ, Rosário NA, Solé D. Asthma and Rhinitis in South America: How Different They are From Other Parts of the World. Allergy, Asthma Immunol Res. 2012;4(2):62.
2.        Allergic diseases: minor irritation or major aggravation? EU Summit Rep. 2008;
3.        Bousquet J, Khaltaev N, Cruz AA, Denburg J, Fokkens WJ, Togias A, et al. Allergic Rhinitis and its Impact on Asthma (ARIA) 2008 update (in collaboration with the World Health Organization, GA(2)LEN and AllerGen). Allergy. 2008 Apr; 63 Suppl 8:8–160.
4.        Valovirta E, Myrseth S-E, Palkonen S. The Voice of the Patients: Allergic Rhinitis is not a Trivial Disease.
5.        Walker S, Khan-Wasti S, Fletcher M, Cullinan P, Harris J, Sheikh A. Seasonal allergic rhinitis is associated with a detrimental effect on examination performance in United Kingdom teenagers: case-control study. J Allergy Clin Immunol. 2007 Aug;120(2):381–7.
6.        Hellgren J, Cervin A, Nordling S, Bergman A, Cardell LO. Allergic rhinitis and the common cold--high cost to society. Allergy. 2010 Jun 1;65(6):776–83.
7.        Nathan RA. AIA: Allergies in America survey; AR: Allergic Rhinitis; NASAL: Nasal Allergy Survey Assessing Limitations. J Fam Pract. 2007;

Este site é destinado a pessoas que procuram informações sobre as operações globais da Meda AB .
Temos também sites de marketing nacionais. Links para estes estão sob Meda no Mundo no topo da página.